Planner da Volare Paper


Metas devem ser bem diretas e objetivas. Isso é importante para que não haja espaço para suposições ou dúvidas, como no exemplo a seguir:
Meta ruim: "esse ano vou focar mais na minha carreira profissional"
Perceba que essa meta é muito vaga. Uma ferramenta muito utilizada para ajudar a traçar metas mais assertivas é a SMART, que você vai conhecer agora.

Meta Smart

A ferramenta SMART foi criada por Peter Drucker e é uma poderosa técnica utilizada para validar qualquer objetivo e auxiliar no planejamento de maneira eficiente.

S - Specific

O objetivo deve ser específico, facilmente entendido por qualquer pessoa. Seguindo nosso exemplo acima, o que te parece mais específico? Focar na minha carreira profissional ou Fazer cursos para me profissionalizar? O segundo exemplo, não é mesmo? Mas pra ser ainda mais específico, seria preciso definir qual curso seria feito.

M - Measurable

Mensurável, que dá pra medir. Ou seja, como você saberá avaliar se aquele objetivo foi alcançado ou não. Por exemplo: Fazer 2 cursos de especialização.

A - Achievable

Atingível, alcançável: o objetivo deve ser ousado, porém dentro de uma realidade possível, para não virar desmotivação e frustração. De nada adianta definir que você fará duas MBA e uma pós em 2019 se você sabe que não terá condições ou tempo para isso.

R - Relevant

Relevante. A sua meta deve ser relevante e fazer sentido para você.

T - Time-based



Seu objetivo precisa ter um prazo para ser alcançado. Sempre que definir uma meta, estabeleça um prazo que possa ser cumprido.


Meta Smart: "fazer 2 cursos de especialização até 30 novembro de 2019"
E aí?

Viu a diferença da meta inicial com a final, depois de aplicado o filtro SMART? Não te parece muito mais objetiva?

Agora que você já sabe como deixar suas metas muito mais assertivas, reveja todas elas, bons planos e muito sucesso!