Sabia que o stress, na medida certa pode ser benéfico? Antes de uma entrevista, de um exame ou de uma reunião importante, o batimento cardíaco e a pressão sanguínea sobem. Você fica mais focada, alerta e eficiente. Mas, ultrapassado um certo nível, o stress começa a ter efeitos danosos e os níveis de ansiedade atrapalham suas habilidades, te deixando desatenta, desastrada e mais suscetível a falhas, acidentes e equívocos.

Então, a questão é: 
Como saber quando o stress ajuda e quando prejudica?

Livro: The Breakout Principle, de Herbert Benson

No livro The Breakout Principle, o médico da Harvard Medical School, Herbert Benson, fala sobre o princípio de ruptura, método pelo qual o stress em vez de simplesmente reduzido, é cuidadosamente controlado para que a você colha os benefícios e evite os riscos.

Como?

1) Foque - Concentre-se num problema para chegar ao nível de stress mais produtivo, aquele que te deixa alerta e eficiente.

2) Mude de atividade - Quando começa a sentir que o stress passou do limite, faça algo totalmente diferente como caminhar, brincar com o cachorro, tomar uma ducha.

3) Sinta o fluxo da produtividade fluir - Com o cérebro mais tranqüilo, a atividade paradoxalmente aumenta em áreas associadas à atenção, a conceitos de tempo-espaço e à tomada de decisões, gerando um súbito insight criativo – o breakout. A etapa final é a chegada a um "estado novo-normal", no qual o rendimento maior é sustentado, às vezes indefinidamente.

Duvida da teoria?

Quem nunca teve aquela ideia brilhante na academia, ou enquanto tomava um banho, ou mesmo dormindo?
Esse processo nada mais é do que explorar uma incrível ferramenta biológica sempre que quisermos.

Agora que você já sabe disso....

Determine qual é a atividade que você vai fazer quando sentir que seu nível de stress está te atrapalhando. Deve ser uma atividade sem qualquer relação com o trabalho, mas algo que dê prazer e relaxamento.